Um brevíssimo histórico das

EDIÇÕES BIBLIOTECA

RIO-GRANDENSE

Em 1846, na cidade do Rio Grande, foi fundado um Gabinete de Leitura que, com base no associativismo e no comunitarismo, tinha por intento fundamental a difusão do hábito da leitura. Em se tratando de Rio Grande do Sul foi o mais antigo no seu gênero e, em 1878, o Gabinete viria a transformar-se na Biblioteca Rio-Grandense, entidade que teve um preponderante papel cultural em conjuntura ampla que abarcava o citadino, o estadual, o nacional e o internacional. Além da leitura, suas ações expandiram-se para iniciativas educacionais, organização de exposições, de hemerotecas e de coleções bibliográficas, iconográficas, documentais e museológicas. A partir dessa atuação tão ampla, ficaria conhecida pelo epíteto de “Biblioteca Pública”, tamanha era a atenção dedicada a usuários, leitores e pesquisadores que a visitavam. Outra atividade desenvolvida esteve vinculada à edição de livros, trazendo a público obras raras ou de escassa circulação, no escopo de ampliar o acesso ao seu conteúdo. Mais recentemente, a Biblioteca Rio-Grandense retomou esse rumo, vindo a editar publicações avulsas e a organizar, em parceria com instituições portuguesas, a Coleção Documentos e a Coleção Rio-Grandense.    

Edições Biblioteca Rio-Grandense

Rua General Osório, 454 - Centro

Rio Grande - RS - Brasil

ebibliotecariograndense@gmail.com

(exclusivo para a editora da BRG) 

  • Facebook

© 2020 por Biblioteca Rio-Grandense. Todos os direitos reservados.